Florida Keys: roteiro para passar 5 dias perto de Miami

Islamorada

Estávamos em Everglades, onde passamos por uma experiência inacreditável no meio da natureza do sul da Flórida em um dos parques mais lindos e selvagens que já estivemos, o Parque Nacional de Everglades.

De lá, depois de termos feito um passeio maravilhoso decidimos então que nosso próximo paradeiro não seria Miami novamente, e sim as Keys, onde poderíamos atravessar as famosas pontes que atravessam os mares do sul da Flórida.

São mais de 42 pontes que fazem o trajeto na Overseas Highway, ou US 01, em um pouquinho mais de 150 km de estrada, com início um pouco antes de Key Largo e que vai até Key West, se encontrando com a Roosevelt Boulevard, e isso tudo com vistas cinematográficas do mar dos dois lados, que até consegui acabar a bateria do meu telefone de tantas fotos e vídeos que fiz. :)

Muito fácil se apaixonar por esse pedacinho da América, que é na verdade o Caribe Americano, e nós passando no meio, com um lado o oceano Atlântico e o outro o Golfo do México.

Saímos de Florida City, que é pra onde todo mundo deve ir, se quiser chegar até às Keys e lá pegar a S Dixie Highway, que é por onde tudo começa de verdade :)

Assim que passamos por Manatee bay Marine, aí sim, estamos oficialmente no roteiro das Keys, nos primeiros metros de estrada da Overseas Highway.

Primeira parada….

Leia também: O Parque Nacional de Everglades

E o post das melhores praias das Florida Keys

        Key Largo

Reserve já o seu HOTEL aqui nas Keys!

Depois que entramos na Overseas Highway, temos um cenário maravilhoso nos cercando dos dois lados e uma estrada que nos levará a uma jornada fantástica, mas a primeira parada é Key Largo.

Assim que alcançamos o primeiro pedaço das Keys, logo depois de passar por Surprise Lake, ou lago Surpresa, onde temos uma surpresa mesmo e podemos ir até o Key Largo Hammock Botanical State Park, que é um parque florestal que seria destruído pra construção de apartamentos, mas não aconteceu, e podemos ver que valeu a pena manter esse paraíso.

O parque é simplesmente perfeito pra passear, e até pessoas com dificuldade motoras ou em cadeiras de roda podem passear pelas trilhas que são adaptadas, e o local é ótimo pra observar pássaros e muita vida animal que é preservada aqui.

O que eu gostei de saber foi que dá pra fazer trilhas guiadas com guardas florestais, que vão nos explicando tudinho sobre o parque, os animais, as árvores e plantas.

Mas enfim, não paramos aqui, até porque nosso lema é praia, sol e mar, e claro, chegar logo a Key West!

Mas ainda em Key Largo, o que encontramos logo mais a frente? Um parque maravilhoso, mais um! O grandioso John Pennekamp Coral Reef State Park, que tem uma área de mais de 70 milhas náuticas de muita água e vida marinha.

Aqui, nós, visitantes podemos fazer passeios incríveis, como ir em um barco com fundo de vidro pra observar os corais, a vida marinha e até interagir mais fazendo um mergulho com cilíndro ou apenas snorkeling.

Aqui é uma área excelente pra mergulhar, com águas clarinhas, bem caribenhas mesmo, eu, apesar de não ter feito nenhum desses passeios aqui, adorei ao menos ver a água, tanto que pessoas dos EUA inteiro vêm pra cá, principalmente mergulhadores e pescadores.

Ainda podemos fazer stand up paddle e caiaque aqui nas águas dos lagos e rios, mas eu pessoalmente tenho medo dos peixes-boi, que são gigantes e muito fortes, não quero esses bichos perto de mim pra virar meu caiaque! :)

E pra nós que amamos praias, olha só que legal, aqui tem a praia de Cannon Beach, onde há canhões por todos os lados, mais uma lembrancinha do passado histórico americano, eles podem ser vistos em terra e também no fundo do mar, mas enfim. A melhor praia aqui é a Far Beach, que tem águas azuis transparentes: linda essa praia!

O parque ainda tem um aquário gigante com 30.000 galões de água salgada, com muita vida marinha diversificada onde podemos ver todos os tipos diferentes de espécies que vivem aqui, e não são poucas.

Seguindo caminho adiante, vamos curtindo ainda mais um pouco da estrada e o seu visual inigualável, e que tal um pouquinho de Islamorada….?

        Islamorada

Reserve já o seu HOTEL aqui nas Keys!

Depois de passarmos por muitos lugares legais, apenas entrando nas Keys, estávamos já cansados, e aí quando chegamos em Islamorada, onde tem uma cidadezinha até aconchegante, com hotéis e restaurantes, decidimos que era hora de comer, beber e até dormir.

Em Islamorada, quem aproveita são os amantes de pesca e mergulho, mas nós também aproveitamos bem quando descobrimos uma das praias mais secretas da Flórida, Anne’s Beach, que é uma pequena praia mas muito bem equipada, com banheiro e até lugares pra comer, achei super o máximo, já que o lugar não é dentro de uma cidade, mas isso se deve ao cuidado que a ambientalista Anne Eaton teve com o lugar, e até hoje tem o carinho especial que ela dedicou à praia. Vale a pena vir visitar isso de pertinho, e relaxar nesse mar tranquilo, calmo e bem silencioso com águas rasas e cheias de surpresas.

Alguns peixes bem diferentes vivem aqui, e como não há ondas, é perfeito pra crianças, que vão adorar correr atrás dos peixinhos. A Ella não parava, queria pegar todos com as mãos!

A areia é bem branquinha e como é um lugar ótimo pra relaxar, eu logo abri meu livro e comecei a me bronzear, que delícia! :)

Depois abrimos as bolsas e tiramos frutas e bebidas, pronto, ali estávamos fazendo um super picnic com uma vista linda e tropical, ou melhor, tropicaliente! :)

Depois da praia estávamos recarregados novamente, bom, quase todos nós, as crianças caíram no sono e nós fomos procurar um lugar pra dormir. Achamos um hotelzinho bem legal e passamos a noite, realmente recomendo passar uma noite em Islamorada, vale à pena.

No dia seguinte queríamos mais aventura e logo entramos no carro rumo a mais um dia de “maratona”, e falando nisso, nosso próximo destino foi em um lugar com um nome parecido……

Islamorada Key West

Islamorada

Islamorada

   Marathon | Sombrero Beach

Reserve já o seu HOTEL aqui nas Keys!

Depois de termos passado por Islamorada e termos até dormido lá, seguimos nosso caminho glorioso sobre quatro rodas com cabelos ao vento na Overseas highway e pensávamos sobre o que poderíamos encontrar mais a frente.

Logo veio a luz, chegamos a Marathon, uma cidade maior, que fica no centro da travessia entre as Keys. Aqui nós procuramos logo um lugar pra ficar porque sabíamos que não poderíamos apenas fazer uma paradinha rápida.

Assim que encontramos nosso alojamento, fomos explorar um pouquinho a cidade e ver o que ela tinha pra oferecer. Fomos a um excelente restaurante e comemos uma comida deliciosa, apesar de eu não me lembrar o nome, estava muito gostoso.

Descobrimos que a atração principal de Marathon é uma praia em especial, a praia de Sombrero, onde decidimos ir e conhecer. Que bom que fomos se não teríamos nos arrependido e muito.

Ela fica na US01 no marcador de milha 50, no lado do Atlântico. A praia já se vê de longe com areia bem branquinha, chega a doer nos olhos, fora que a água é simplesmente de um tom de azul turquesa tão puro que realmente sentimos o Caribe na pele, mesmo estando na América.

O ar bem fresquinho, o sol batendo e a infra estrutura são de dar inveja a qualquer país tropical, com grama bem verdinha, palmeiras por todos os lados e uma tranquilidade de praia deserta e exótica.

Aqui vimos muitas famílias e casais relaxando e com a felicidade estampada em seus rostos, como estava nos nossos, e pisar nessa areia fofinha caminhando pra chegarmos logo próximo da água.

Percebi logo que na verdade não era apenas uma praia, com tudo isso à disposição de quem chegasse, nós vimos que era sim um parque ao lado do mar, com banheiros, lugarzinho pra fazer picnic, churrasco e até parquinho pra crianças, pra aqueles que já fizeram muitos castelinhos de areia e querem ir um pouquinho no balanço! :)

O melhor é que todo mundo pode vir, o parque foi pensado não só pra aventureiros e jovens mas também pra idosos e pessoas com dificuldades motoras, pois ele é acessível até pra cadeirantes.

Pra quem quer mergulhar um pouquinho, que tal alugar um equipamento pra snorkeling e descobrir um pouquinho da vida marinha aqui? :)

As águas são mais do que turquesas ou esmeraldas, são de um tom transparente lindo, então mergulhe à vontade nesse mar calminho e tente ver quantos peixes coloridos estão por todos os lados, são inúmeros cardumes.

Agora, se quiser também dá pra jogar um beach volley, pois aqui há duas quadras e aí é só aproveitar um dia inesquecível em um lugar assim no sul dos EUA.

Logo depois de um dia desses em uma praia como essa, ficamos muito mais animados com as Keys, e olha que nem vimos tudo ainda.

Fomos achar um lugar pra dormir, e encontramos, mas quer saber? Quem acha que fomos embora no outro dia? Não, passamos foram duas noites aqui! Não tem como resistir! Aqui é um o melhor lugar pra dormir depois de Key West.

E se ainda sobrar um tempinho, vá até Colony Beach ou leve as crianças até o Dolphin Research Center, pra nadar com golfinhos ou Aquarium Encounters, onde podemos até alimentar arraias.

Mas a estrada nos chama e aí, caímos no volante novamente e seguimos rumo a Key West, mas já preparados pra qualquer surpresinha no meio do caminho, pois as Keys sempre nos surpreendem….

Sombrero Beach Marathon Key West

Praia de Sombrero Beach Marathon Key West

        Seven Mile Bridge

Alugue Já o SEU CARRO pra percorrer as maravilhosas Keys!

Saímos de Marathon, completamente felizes e encantados com as Keys, e esse roteiro cheio de novidades a cada quilômetro, ou melhor, a cada milha, já que aqui tudo é medido assim, em milhas, ou Miles, e aqui estamos, de repente sobre a histórica 7 Mile Bridge.

Já depois de Marathon, na altura de Knight Key, vemos uma vista deslumbrante de uma ponte indo para o mar, parecesse um caminho infinito, mas é um portal mágico que nos levará a conhecer o caminho mais antigo das Keys.

Assim que começamos a rodar sobre a 7 Mile Bridge, vemos na verdade que há uma pontezinha ao lado, e essa é de fato a verdadeira 7 Mile, ou Old 7, como os mais chegados chamam.

Ela foi construída por volta de 1900, e foi desativada por conta da construção da ponte mais moderna, que é a que passamos hoje em dia. Atualmente a Old 7 serve apenas como “calçada” ou melhor, é o verdadeiro “calçadão” das Keys, onde as pessoas podem caminhar, correr, andar de bicicleta e muitos até ficam ali horas pescando.

Nós vimos que ela também dá acesso a uma pequena ilha, pela qual fiquei muito curiosa pra saber o que era aquela ilhazinha com algumas casinhas.

Essa pequena se chama Pigeon Key, e é onde tem um Instituto de Ciências Marinhas, e pode ser visitada também. Pra entrar lá é preciso ir andando, o que não faço de jeito nenhum, pois a Old 7, como sabem é longa, então podem alugar uma bicicleta em Marathon, e seguir até lá já que carros não entram. Essa ilhota é um lugar histórica aqui nas Keys.

Há fotos e fatos muito interessantes sobre a história dessa ponte que nos proporciona uma das melhores partes do caminho até Key West, e pra quem se interessar em mais informações, pode ver aqui como esse lugarzinho tem o que contar.

        Big Pine Key

Reserve já o seu HOTEL aqui nas Keys!

Depois de atravessar a 7 Mile, que dá um pouco mais de 11 km, nós chegamos a Pine Key, mas antes, demos uma passadinha em um lugar muito especial, que fui vendo no telefone e não tinha como não parar.

Vi que estávamos bem pertinhos de Bahia Honda State Park, uma reserva natural imensa um pouquinho no início de Big Pine Key, com muito verde, muita vida marinha, até mais do que já vimos até aqui e muitas emoções que não acabam.

Assim que chegamos na milha 37, fomos ao Bahia Honda, onde há um caminho pra ir até Canusa Beach, ou simplesmente escolher uma área na imensa faixa de areia branquinha onde podemos ficar entre o verde da mata e a água azul clarinha e turquesa, parecendo que estamos longe de todos os estresses do mundo, é uma massagem na alma vir aqui.

Não é de graça pra entrar, devemos pagar uns 10 dólares, dependendo de quantas pessoas estão juntas mas não passa disso. A água é simplesmente paradisíaca e o visual é deslumbrante, vale a penas muitas fotos, ainda bem que temos carregadores portáteis, porque só assim pra não acabar a bateria do telefone. 😀

Assim que aproveitamos um pouquinho de Bahia Honda, voltamos à rota em Big Pine Key.

Já em Big Pine Key, fomos comer, claro, já que na cidade tem mais opções, e vimos ótimos restaurantes com cardápios repletos de frutos do mar, fresquinhos! Também, pescados bem aqui, uma área que vemos com os próprios olhos que é limpa e super saudável.

Se quiser aproveitar um pouquinho mais do mar aqui, dá pra fazer passeios de barco pra observar as ilhas e também outras atividades como mergulho, snorkeling, stand up paddle e até caique.

Agora, se quiser aproveitar um pouquinho por terra, e estiver como nós, com crianças, nada melhor do que levá-los pra visitar o Key Deer Rescue onde há alces pequenininhos, que só existem aqui nas Keys. :)

O que? Está sem crianças?! Quer aventura?! Ok, então desbrave as trilhas das matas, com certeza vai adorar caminhar até encontrar com espécies de plantas e animais super exóticos, e hmmm, não vou contar não, vai descobrir e tirar muitas fotos!

Depois de Big Pines, só pegando a estrada novamente e acelerando pois se pararmos em cada cantinho, vamos nos apaixonar muito mais pelas Keys e acabar é ficando de vez!

Então, próximo destino….

big pine Bahia Honda

Bahia Honda Big Pine Florida Key

        Key West

Reserve já o seu HOTEL aqui nas Keys!

E aqui finalmente estamos, logo após chegarmos ao final da Overseas Highway e cruzarmos com a Roosevelt Boulevard, chegamos a Key West, o extremo sul americano.

Key West é o lugar mais ao sul de todo o país e está a apenas 169 km de Havana, em Cuba, olha só, logo ali! :)

Mas Cuba está mais próxima do que imaginamos, está bem aqui, na arquitetura, e até no espanhol falado em alguns lugares, restaurantes e lojinhas.

São mais ou menos 25.000 habitantes nessa ilha de 19km², que possui casinhas de madeira bem coloridas, charmosas e que me inspiram a querer viver aqui, como fez Hemingway, por quase 10 anos, e isso porque o carro quebrou e ele foi só dar uma voltinha andando mesmo e nem se importou com o carro, esse é o efeito Key West! 😀

Chegando aqui percebemos logo que Key West, como todas as Keys, apesar de ser cidade, é um lugar bem tranquilo, calmo, super zen mesmo, mas isso pode até ficar chato pra quem curte uma noite mais badalada, então eis a solução, bem aqui: Duval Street!

Duval Street é onde tudo acontece, a rua principal onde a noite é viva e acesa, com restaurantes e bares, e claro, música ao vivo, e eu adorei poder comer comida cubana, que lembra muito a brasileira e ainda curtir um som ao vivo! 😉

Mas é claro que vindo pra cá, queremos fugir da cidade um pouquinho e curtir mais natureza e por isso fomos a um passeio incrível de caiaque, mas um caiaque diferente, esse tem o chão de vidro, ou seja, dá pra ver tudinho que vive ali, passeando bem embaixo de nós! Quem sabe um peixe boi não dá um sorriso? Rsrs

Dá pra conhecer os manguezais limpos de Key West e explorar tudinho aqui, apenas remando, sendo que o passeio dura apenas 3 horas, e eu digo apenas porque passa TÃO RÁPIDO!

Então depois disso queríamos ir na água e mergulhar um pouco, pois já não fazemos isso há muito tempo, acho que desde que nadamos com os tubarões baleia nas Filipinas, então, fomos conhecer a vida marinha de Key West e seus recifes super coloridos que possuem uma diversidade de vida subaquática incrível e super multicolor, bem visível nas águas clarinhas, adorei e recomendo muito!

Claro que depois de mergulhar o melhor é me bronzear, que é o meu hobby favorito, enquanto o pôr do sol não chega, e buscando onde fazer isso, achamos uma praia incrível aqui, a Smathers Beach.

A praia de Smathers, ou Smathers Beach é muito bem frequentada por famílias e turistas, mas não é nada tão cheia, ela é na verdade muito acolhedora e super segura.

Com uma faixa de areia bem extensa e longa, a praia é perfeita mesmo pra se bronzear tranquilamente aproveitando o sol, o visual e as palmeiras que enfeitam a praia com o clima tropical.

Ainda dá pra jogar uma partidinha de beach volley nas quadras aqui, se não já estiverem ocupadas, mas o Bruno adorou saber que aqui é um lugar perfeito pra praticar o esporte preferido dele, o kitesurf, aí já fiquei feliz, vai que vamos voltar e ficar um tempinho?! :) Quem Sabe?

Eu fiquei com vontade, ainda mais quando vi o pôr do sol maravilhoso que assisti aqui, tranquila relaxada só curtindo!

Key West foi nosso último paradeiro nas Keys, também por ser a última Key acessível de carro e adorei, tudo!

Smathers beach Key West Florida

Key west Smathers beach

Leia também o post completo sobre a mais famosa das Keys 

E agora, deu vontade de conhecer um pouquinho, né? 😉
Qual lugar da rota você iria agora se pudesse passar um dia inteiro lá?

  1. Oiiii
    Faremos o mesmo passeio em Outubro e me animei ainda mais lendo seu Post ! Parabéns :)
    Em que época do ano você foi ? Acha que em Outubro o tempo estará bom para praia ?
    Qtos dias você indica ficar neste trajeto (de Key largo à Key West) ?
    Adriana

    • Familia Sem Fronteiras says:

      Ola Adriana,

      Outubro é um bom mês para conhecer Miami e sua região. Pense só que o período dos ciclones acaba final de outubro.. Nós ficamos um mês entre final de janeiro e final de fevereiro 2017. Fomos para as keys inicio de fevereiro.
      Recomendo ficar pelo menos umas 2-3 noites para poder conhecer bem as ilhas e fazer passeios.

      Tem um IG ? Me identifica quando for para assim seguir sua viagem :-)

      • fabiane faria says:

        vc foi em pleno inverno, certo? rs e mesmo assim adorou. Imagina verão…
        irei em Dezembro e com certeza quero fazer esse mesmo roteiro seu. Obrigada pela dica.

        • Familia Sem Fronteiras says:

          Fomos em pleno inverno mesmo, Fabiane.
          Enfim, de janeiro ate abril é a melhor época para conhecer Miami e os Caribe em geral. Ja no verão do hemisfério norte, Miami fica úmida, em período de chuva e de ciclone.

          Voce ficara quanto tempo na região de Miami ? Escolhe bem suas datas pois pode ficar caríssimo. Chegamos a pagar 250dollars a noite num motel , que era o mais barato da região inteira ..

          Aproveite sua viagem. Vai adorar passear pelas keys !

  2. Gosto muito de post de vocês! Sempre bem detalhado e apresentando um lado diferente de locais que são bem conhecidos. Fiquei doida pra conhecer! obrigada por compartilhar!

  3. Nossa não imaginava que tinha tanta beleza no sul da Florida .. surpreendente esse lugar !! Amei esse azul as fotos lindas.Tudo!! O Post de vocês é uma riqueza de detalhes que viajo com vocês lendo rs. Parabéns bjss

  4. Julia Salce says:

    Eu adoro seus posts, sempre muito completos e recheados de informações preciosas. Gosto do seu jeito de escrever, parece que até ouço a sua voz contando… parabéns! Uma pena que ainda não fui pra esses lados, mas quando for, virei aqui anotar tudinho!

  5. Keul Fortes says:

    Fiquei encantada com esse roteiro. Cada lugar fantástico! E essas fotos? Parabéns! São lindas demais. Adoro seus roteiros, sempre bem detalhados. =)

  6. Débora Savaget says:

    Passar por essas pontes deve realmente ser magnífico! Adorei essa rota, com muitas atrações nesse passeio, fiquei morrendo de vontade de conhecer! Faria todo o percurso, mas fiquei curiosa para conhecer a Cannon Beach!

  7. Que PARAÍSO!!! Não conhecia esse lugar, as crianças deram um show a parte kkkkkk lindas!! Quanta dica massa, amei, todas anotadas para quem sbe um dia conhecer!

  8. O sul da Flórida realmente é um paraíso! Infelizmente não tive de tempo de ir quando fui aos EUA da última vez mas já está no meu roteiro para quando for da próxima vez. Gostaria de conhecer Key West principalmente, pois me pareceu um belo lugar! Obrigado por compartilhar as suas experiências.

  9. Seus posts sempre surpreendem pelas dicas excelentes e completas.
    E eu adoro as fotos das crianças!
    Que paraíso! Quero conhecer quando for aos EUA.
    Abraços.

  10. Adorei! Seus posts como sempre super completos!! Eu não tinha muita curiosidade pra conhecer o Sul da Florida, mas depois de ler seus posts me apaixonei por essas praias!

  11. dessas “keys” eu só conheço Key West e devo dizer que minha visita foi maravilhosa. mesmo assim, ficam as suas dicas para uma próxima viagem, obrigada.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>