Como pegar um avião com Carrinho de Bebê?

Antes de ter um filho nunca pensamos na resposta e nem na pergunta - “Como pegar um avião com um carrinho de bebê?” e assim a resposta é sempre uma incógnita. Mas assim que nos tornamos pais, tudo muda, e aí você se pergunta “Como vou pegar um avião com um Carrinho de bebê?”

Carrinho de Bebe Na Viagem

Foi essa a pergunta que fizemos a nós mesmos em março de 2015 quando viajamos pela primeira vez com a Ella. A Ella tinha apenas 2 meses de nascida, então um bebê conforto e um carrinho de bebê eram cruciais para uma viagem bem sucedida. Mas e aí, como ficar horas no aeroporto sem um carrinho de bebê? Não se desesperem, pegar um avião com um carrinho de bebê é muito simples e todas as cias. aéreas oferecem essa possibilidade.

Na hora do check-in, no aeroporto, é possível escolher se você prefere despachar o carrinho com as malas ou tê-lo na cabine. Obviamente que, isso também vai depender do tamanho e do peso do carrinho. Nosso Quinny Moodd, por ser muito volumoso, não entra na cabine porque não há espaço o suficiente. No entanto, os carrinhos menores, caso haja espaço, podem ser levados como bagagem de mão e postos nos compartimentos acima das poltronas.

Quinny Moodd Stroller

Especificações – Clique para detalhes

E agora – Como pôr os carrinhos de bebê no porão?

Se o seu carrinho não for um carrinho pequeno, com certeza terá que deixá-lo no porão. Esse é particularmente o caso de carrinhos de 3 rodas, de 4 rodas e com mais de 5 kg ou muito volumosos. Nesses casos você terá que despachá-los junto com as malas na hora do check-in, mas não se preocupe, na hora do check-in você pode simplesmente mencionar ao agente, que você irá embarcar com um carrinho de bebê. O agente vai imprimir uma etiqueta contendo todas as informações gerais  e vai lhe dar um recibo como fazem com as bagagens comuns. Gente, muito importante guardar com você este recibo e verificar que todas as partes do carrinho foram etiquetadas.

Ao retornar da Turquia em maio de 2015, imaginem só, a Alitália esqueceu de etiquetar o nosso bebê conforto e obviamente eles o ‘perderam’. Em seguida nós vivemos um inferno com um carrinho totalmente inútil, com malas e malas para carregar e um bebê nos braços. E acreditem, a empresa se disse não ter responsabilidade sobre o problema e simplesmente negou que deveria nos reembolsar os quase R$ 1.000,00 que custa o bebê conforto.

Se você quiser, você pode deixar o carrinho com o agente do aeroporto na hora do check-in. O carrinho vai ser enviado na mesma hora que as bagagens para o porão do avião.

Lembre-se também de embalar o carrinho com plásticos protetores, que se encontram normalmente nos saguões dos aeroportos, isso vai ajudar a proteger o carrinho e evitar que ele seja danificado e o mais importante, vai evitar qualquer perda de peças do carrinho. Se possível também embale com papel bolha ou algo parecido.

Se você é como nós e gosta de estar livre do peso das suas crianças durante a espera no aeroporto e passear confortavelmente, você também tem a opção de deixar o carrinho na porta do avião. Você terá apenas que dobrar o carrinho e deixá-lo no corredor de entrada do avião ou no asfalto na pista próximo à entrada de acesso do avião.

Embarcando o carrinho de bebê no avião

O sonho de qualquer pai e mãe: Levar o carrinho no avião e evitar a espera interminável na hora do desembarque. Infelizmente não é sempre que isso é possível. Como eu já disse mais acima, nem todos os tipos de carrinhos podem embarcar no avião. Somente alguns dos carrinhos de menor porte que respeitam certos critérios de tamanho e peso exigidos que poderão embarcar.

É especialmente o caso de carrinhos da Maclaren, Yoyo Babyzen e depois de alguns meses de idade a Ultra Compacta Pockit Monument black GB.

Como pegar o seu carrinho ao desembarcar?

Bebe no aeroporto

Geralmente os carrinhos são as últimas bagagens a serem embarcadas dos aviões mas são também as primeiras a serem desembarcadas. Nas mais de 70 viagens que fizemos de avião, conseguimos umas 65 vezes resgatar o carrinho diretamente na saída do avião. Ela é deixada por um agente no corredor que liga o avião com o aeroporto ou na pista, já que nesse caso o acesso é feito pelo exterior do avião. Acreditem, é a opção mais prática e confortável para nós pais, mas também para os nossos bebês. Se você preferir e também caso você esqueça o carrinho na saída do avião, você poderá também pegar o carrinho na esteira rolante das bagagens, ou em alguns casos, junto com as bagagens mais volumosas. Se algum agente lhe convidar a recuperar a bagagem junto com as outras e você se sentir incapaz por estar carregando outras coisas ou não estiver bem, insista! O conforto é primordial!

Entre Paris e Bombay, meu carrinho deveria ser pego junto com as bagagens comuns. Eu, grávida e cheia de bolsas e brinquedos, simplesmente me recusei e aí sim, o carrinho foi posto na saída do avião. Pensem bem que, às vezes, a saída é bem longe, longe mesmo e que andar com um bebê nos braços e carregando malas e bolsas, acaba se tornando uma missão impossível.

Em uma Escala – O que fazer com o carrinho de Bebê?

Ella no aeroporto

Viajar com o carrinho não se limita aos simples 2 passos de despachar e pegar no destino de chegada, não! É também possível pegar o seu carrinho a cada escala. Para isso você deve informar ao agente de escala na hora do check-in. Não hesite em perguntar e pedir, eles devem sempre aceitar.

Espero que possam viajar sem mais preocupações sobre como levar um carrinho de bebê, sempre há a possibilidade. Boa viagem!

    • Familia Sem Fronteiras says:

      Bom dia Bruno,

      Alguns aeroportos disponibilizam esse tipo de carinho, sim. Ja vimos em Roma e Cingapura. Sempre foi de graça e do lados dos outros carrinhos convencionais ou ate em parte ditas “Famílias”. Acredito que deve ter mais aeroportos com essa comodidade ou ate perguntando na “assistência”.

      O ideal é ainda, seguindo minha experiência, de ficar com o carrinho ate a porta do avião pois libera os braços, tira o peso e ainda pode ajudar com o transporte da bolsa da mamãe que sempre é super pesada.

      Se seu/sua filho(a) esta maior, uns 2 anos, ja pode deixar o carrinho durante o check-in e andar com os carrinhos convencionais. Deixamos sempre a Ella sentada na parte de cima e ela adora. Também ajuda a ganhar tempo na hora do embarque e desembarque pois não tem o carrinho a fechar e nem a pegar :-)

      Espero ter te ajudado

      Abraço !

  1. Ótimo post! Muita gente não sabe como funciona o processo. Confesso que na maior parte das minhas experiências o carrinho foi danificado.

    • Familia Sem Fronteiras says:

      Eu, nunca deixei de viajar com meu carrinho que é, simplesmente, meu melhor amigo durante as viagens e dentro do aeroporto. Nada melhor do ue poder andar com os braços liberados de crianças. Por que danificou o carrinho ?

  2. Oi querida ! Agradecemos o post.
    Ainda fiquei com algumas dúvidas.
    No caso do modelo do quinny mood que não tem as medidas compatíveis, vc vai com o carrinho até o embarque, lá divide o mesmo em duas partes, e os agentes as levam para algum lugar do voo, seria corredor ou porão ? Se etiquetados, existe alguma chance de não aceitarem esse modelo até o embarque ? Com o bebê conforto acoplado eh a mesma coisa ? Posso ir com ele até o embarque ?

    • familia Sem Fronteiras says:

      Oi Bruna,

      Quando voce for fazer o check-in com suas malas, avise que esta com um carinho de duas peças. Dai, eles sairão duas etiquetas. Eles te deixarão a possibilidade de enviar o carinho junto com as malas ou de leva-lo ate o embarque. A maioria do tempo é ate o avião mesmo. Em caso excepcionais, eles pedem para o deixar no portão de embarque. Depende do aeroporto e da pessoa com quem tratara.

      Ja viajamos com o bebe conforto quando a Ella era bebezinha. E se ajuda quando esta dormindo, nem sempre a tripulação deixa embarcar com. O problema é que compramos a passagem dos nossos filhos ( nos = eu e vocês ) com direito a estar apenas no colo e as vezes os voos estão lotados. Neste caso, não poderá embarcar com o bebe conforto pois o assento onde ficaria o bebe conforto sera vendido para alguém. Neste caso é so o deixar na entrada do avião e alguém o colocara junto com as malas e a outra peça do carinho. Quando o voo estiver com vaga, a tripulação deixa embarcar com :-)

      Nunca tivemos problemas com nosso Quinny e ja viajamos muito com. Por uma razão evidente de conforto e de espaço, acabamos trocando o carinho por um MacLaren que fechava e cabia em taxi com mais facilidade. Mais isso, foi uma escolha nossa :-)

      Por onde irão ?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>